R$ 5 milhões em verbas para rotatórias e soluções de mobilidade na União e Indústria

Emenda de bancada dos deputados do Rio será direcionada para melhoria no tráfego urbano

A obra de revitalização da Estrada União e Indústria ganhou o reforço de mais R$ 5 milhões, fruto de emenda de bancada dos deputados federais do Rio. O montante vai ser destinado, exclusivamente, à construção de rotatórias e melhorias de acesso entre a estrada, a BR-040 e as ruas nas áreas urbanas do distrito.  A aplicação dos recursos foi definida em reunião nesta quarta-feira (26.05) entre o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes, o deputado federal Vinicius Farah, o prefeito interino, Hingo Hammes e o vereador Maurinho Branco.

As obras da União e Indústria – com pavimentação de 25 quilômetros entre a Barão do Rio Branco e o distrito de Pedro do Rio seguem a pleno vapor.  Porém, no cronograma original não foram previstas algumas intervenções para ajudar a mobilidade urbana. Os recursos que agora serão aportados vêm corrigir esta deficiência.

As verbas de emenda de bancada seriam, originalmente, destinadas ao Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte (Dnit) que iria assumir a gestão da BR-040 para que fossem usadas na manutenção da via. Como a Concer obteve judicialmente uma liminar para continuar à frente da administração da rodovia mesmo com o fim do seu contrato, os recursos de R$ 15 milhões de emenda da bancada do Rio na Câmara dos Deputados terão outra destinação.

“O ministro Tarcísio Gomes bateu martelo para que os recursos sejam realocados na União Indústria, intervenções muito necessárias. Pelos cálculos dos especialistas do ministério serão necessários R$ 5 milhões. Conseguimos então um bom uso destes recursos”, afirma o deputado federal Vinicius Farah.

A meta é que a União e Indústria conte com rotatórias em locais de fluxo cruzado como Trevo de Bonsucesso e entrada da Petrópolis-Teresópolis, áreas de movimentação urbana que sofrem com congestionamentos, assim como melhorias nos acessos entre a própria via e a BR-040, gargalos do trânsito na região.

“Essa é mais uma vitória. As rotatórias vão contribuir muito para as melhorias a serem implementadas no trânsito da União e Indústria, e facilitar a mobilidade dos usuários da estrada”, frisa o prefeito interino Hingo Hammes.

“Nossa luta foi para que a estrada, cruzando toda uma área urbana tenha, de fato, intervenções que melhorem o trânsito e não apenas uma pavimentação boa, que está sendo realizada. Essa solução em mobilidade é fundamental para a região”, afirma o vereador Maurinho Branco.

São 100 mil pessoas que residem nos distritos que têm uma forte movimentação de turistas e a União Indústria é o principal acesso porque corta toda a extensão urbana desta parte da cidade. A estrada também é fundamental para o escoamento da produção agrícola do município e ligação com cidades vizinhas.

União e Indústria tem 165 anos e continua sendo principal acesso aos distritos e cidades vizinhas

A Estrada União e Indústria, criada no segundo império, tinha como objetivo ligar a Zona da Mata mineira, importante área de cafeicultura no período, ao Estado do Rio de Janeiro. Com 144 quilômetros – de Juiz de Fora a Petrópolis –, foi a primeira estrada rodoviária macadamizada (na época um moderno tipo de pavimentação, com três camadas de pedra)  do Brasil. A construção da estrada, iniciada em abril de 1856, levou cinco anos e a União e Indústria foi inaugurada por D. Pedro II.

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn
Share on twitter
Twitter
Share on email
Email

Outras notícias